Rainha – Kiko Goulart, Índio Ribeiro e Lisandro Amaral


24ª Sapecada da Canção Nativa – Lages – SC – 2016.

RAINHA

Letra: Rafael Machado
Música: Kiko Goulart
Intérprete: Kiko Goulart, Índio Ribeiro e Lisandro Amaral

Aromada flor campeira
Com tu permiso me achego
gasto um tanto dos pelegos,
dos mormaços e soalheiras.
Durante a semana inteira
tudo foi normalidade
tirando a capacidade
que tens de seguir meus passos,
estar em tudo que faço…
sonhos, memórias, vontades.

– Como pode? Esqueci
dos mais básicos sentidos…
Devo ter desaprendido
Respirar longe de ti!

Até mesmo, numa dessas,
Meu pingaço bico branco
reparou que pelo tranco
da volta – eu tinha pressa.
Não há freio que impeça
um queixo de ir embora,
de se mandar campo à fora
quando o peito é quem governa
a força que sai das pernas
para os dentes das esporas.

Pavorosa distinção
me causa ter ou não tê-la:
– Se t’encosto toco estrelas,
se te perco… Perco o chão.

Se estas lides, seus apuros,
rigores e provações
não me deram condições
de te dar melhor futuro
garanto e asseguro
livre de’intenções mesquinhas:
– Inda te faço rainha
D’um rancho – cartão postal –
nosso castelo bagual
no coração da vilinha.

Quero te vestir bonita
feito dama de baralho…
Coroa de flor e galho,
trança e vestido de chita.

Devo ter desaprendido
respirar longe de ti…

Se t’encosto toco estrelas,
se te perco…Perco o chão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: